terça-feira, 18 de agosto de 2015

“Carpe diem”


Prezados amigos, certa vez um salmista exclamou: “Eu deitei e dormi, acordei porque o Senhor me sustentou”.

O Homem tem certeza de muitas coisas, mas ele não pode estabelecer regras e afirmar uma data para o final de sua vida. Hoje o médico diz que temos saúde, amanha já não temos. Hoje o médico nos dá um ano de vida, amanhã já se passaram três anos e ainda estamos aqui. Quem governará os tempos para seus batimentos cardíacos?

Fazemos planos enormes e utópicos para nossas vidas, mas quem disse que estaremos aqui no próximo momento? Não estou dizendo que não devemos sonhar, projetar e ou estabelecer metas para nossa vida. O que proponho é uma reflexão sobre este momento, sobre o já, o agora, o hoje.

Como temos aproveitado, quem sabe, talvez, o nosso inseguro último momento?

Se soubéssemos qual o momento do ultimo suspiro, então procuraríamos ter paz com todos? Valorizaríamos as pequenas coisas do agora? Daríamos mais tempo para nossas famílias? Procuraríamos estar em paz com Deus?
Aproveite a oportunidade e desfrute seu momento, que pode perdurar por décadas ou segundos.

Viva bem.

sábado, 1 de agosto de 2015

SER x ESTAR

Fulano é corrupto, Beltrano corrupto e Sicrano também é corrupto.

A guerra entre o SER e o ESTAR, vem definhando nossa sociedade. Pessoas não satisfeitas com o que são, e a problemática é que não há um politica de estruturação para alcançar os objetivos passo a passo, queremos ESTAR hoje não importando qual atitude que tomamos.

Fulano ainda é corrupto? Beltrano e Sicrano ainda são corruptos?
Se sim, vejamos:

Questionamos a corrupção, mas o que é a corrupção se não o explorar algo ou alguém em benefício próprio, ou seja, alterar o estado natural do SER para uma aparência de ESTAR.

Antes de brigarmos com o mundo ou esbravejarmos sobre fatores externos, proponho um pensamento: “Olhai por vós mesmos...”.

Olhando por nós mesmos, para não adulterarmos o SER, em troca da aparência de ESTAR.

Quando não estamos satisfeitos com o SER, e buscamos desesperadamente e sem a estrutura devida o ESTAR, partimos para as atitudes perversas dos corruptos e corruptores, sendo assim, não podemos “atirar pedras” uma vez que nós mesmos temos as mesmas atitudes.

Valorize o seu SER, prepare um ambiente e uma estrutura para SER e não ESTAR, sendo assim você e eu teremos um convívio social sadio, intacto e incorruptível, desde o seio familiar até as mais distantes e complexas relações sociais.

“Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que para atrás ficam e avançando para as que estão diante de mim.” Filipenses 3.13

domingo, 5 de outubro de 2014

Direitos negativos uma óva! (desculpem a força da expressão)

Nossa constituinte de 1988 foi fundamentada e cravada com princípios do direito negativo. Com limites? É claro, mas sem incursões. 
Vinte e seis anos depois, a carta magna já é vilipendiada pelo Estado, que é intervencionista.
Um Estado que exige explicação de opinião pessoal e manipula, é ditador e tão fundamentalista quanto o E. I. se é que posso chamar aquele de Estado.
Um Estado que não supre o básico dos direitos positivos é prevaricador.
Falta-nos reflexões, debates e ações.
Onde vamos parar?

"Epígrafe/Ementa - CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988
Promulgada em 05 de Outubro de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL."

 Onde vamos parar?

terça-feira, 27 de maio de 2014

Meu PITACO! Eleições 2014!

Quando os honestos governam, o povo se alegra; mas, quando os maus dominam, o povo reclama. Provérbios 29.2

Empenhe-se hoje a refletir sobre o seu precioso voto.


Muitos quererão compra-lo por bagatela, ou promessas infundadas, mas não se deixe levar por miragens. É certo que estamos com muita cede de mudanças, mas abra os olhos neste deserto, digo, para este senário politico e julgue os fatos para que em outubro o seu voto seja legítimo e consciente.

Ser cidadão não é apenas levantar no domingo de eleição e votar, isto é apenas mais um exercício da cidadania, mas fiscalize, opine, discuta, cobre, participe e interceda pelas autoridades constituídas...
Antes de tudo, recomento que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade de dignidade.
Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade. 1 Timóteo 2.1-4

Weslley José

sábado, 8 de março de 2014

Obedecer é a melhor opção.

Fernanda Lixandrão Santos, ministrando sobre o profeta Jonas e nos ensinando que a obediência é o melhor caminho a seguir.