terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Identidade

Natal é uma data muito especial na vida de milhares de pessoas que celebram o nascimento de Jesus o Cristo. Uma promessa aguardada desde o jardim do Éden que se cumpriu com grade festa nos céus e na terra, festa esta que se estende ao longo dos séculos.

A reflexão que proponho para esta data é pertinente e atual. O Jesus que proporciona em nós tamanha alegria e satisfação, deixou um legado muito importante e incumbiu-nos de carrega-lo, legado este que ficou registrado no capítulo nove do livro do Dr. Lucas onde o próprio Cristo ofereceu voluntariamente para aqueles que o admiram e o seguem.

“Se” alguém quiser vir após mim...

Negue-se a “si” mesmo...

E tome “cada dia” a sua cruz...

E “siga-me”.

Gosto de chamar o legado de Cristo de IDENTIDADE, onde demonstra todas as características e ideologias de um indivíduo ou de um grupo.

Admirar, seguir, servir, amar a Jesus Cristo deveria gerar em nós uma identidade semelhante à dEle.

Falar como Ele fala... Ouvir como Ele ouve... Tocar como Ele toca... Andar como Ele anda... Vestir como Ele veste... Ver como Ele vê... Acolher como Ele acolhe... Perdoar como Ele perdoa... Amar como Ele ama...

Temos tal IDENTIDADE ou nossa admiração e manifestação de amor por Ele é superficial?

Se encontrarmos os Samaritanos pelas ruas eles dirão que temos o aspecto que quem vai para Jerusalém?


Weslley José

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Jesus ainda batiza com Espírito Santo e com fogo

Queridos, embora estou convicto que a vida cristã não se trata de um tratado teológico ou filosófico com base em teorias, mas deve ser praticada e vivida com intensidade no dia a dia, me atrevo a pontuar alguma coisa no que diz respeito ao tema proposto:


1 ) - O poder constitui uma arma poderosa;


2)  Existe vários tipos de poder;


3) Atos 1.8 - O batismo com Espírito Santo é um revestimento de poder para sermos testemunhas de Jesus; 


Portanto, a virtude do Espírito Santo que no passado estava sobre algumas pessoas (imperfeitas e sujeitas as mesmas paixão que nós Tiago 5.17), hoje  está a disposição de todos. E nesse sentido não depende do "Q.I" (Quem Indica) assim como no passado o "Q.I" é o El Shadai.


A Bíblia nos mostra um jovenzinho do Antigo Testamento que o Espírito do Senhor apoderou-se dele quando foi ungido rei pelo profeta Samuel  (1 Sm 16.13).


Esse  digamos adolescente,  certo dia contemplou no monte próximo  do vale entre Socó e Azeca, no termo de Damim,  velhos e experientes guerreiros, porém inertes e com muito medo diante dos insultos de um tal  Golias, gigante filisteu, forte, bem armado e blasfemador que afrontava o exército de Israel. Diz a Bíblia que Davi embora moço e anônimo pastor de ovelhas, se propôs a lutar contra o gigante, não porque confiava nas armas de Saul ou no exercito medroso, mas porque estava capacitado por Deus para uma missão especial.


Hoje não é diferente, Jesus batiza o crente com o Espírito Santo independentemente da idade capacitando-os para peleja. E aquele que se dispor a ir, ainda que o tal seja desprezível aos olhos humanos ele o envia a combater contra gigantes que desafiam o Reino de Deus.


Essa capacitação faz covarde negador se tornar impetuoso e destemido pregador do evangelho tal como o iletrado Pedro apóstolo; faz perseguidor se tornar missionário tal como Saulo de Tarso, faz doze homens humildes e simples desafiar o império grego/romano e incendiar o mundo com a mensagem que Jesus Cristo Salva, Jesus Cristo cura, batiza com o Espírito Santo e leva para o céu.


Entendo que a arma mais poderosa de Davi não era a funda nem as pedras, ou a força do seu braço,  mas a virtude do Espírito do Senhor que houvera recebido.


Hoje é tempo de rever conceitos olhar para cruz de Cristo e relembrar das suas promessas e consequentemente das suas ordenanças as quais ELE individualizou.


Se já recebeste o batismo com o Espírito Santo, o revestimento de poder para fazer a sua obra na terra, busque agora o fruto do Espírito também, a fim de ser imitador de Cristo e te apresentar ao Supremo Capitão em tempo oportuno, pois ainda há lugar para você nessa fileira.


O propósito do batismo com o Espírito Santo é o mesmo lá do dia de pentecostes – Jesus  não mudou. Como capitão da nossa salvação nos concede armas para o combate nesse mundo. A finalidade principal é a libertação dos cativos e oprimidos.


Porém, usar ou não usar as armas é questão de foro intimo. Ele continua dizendo imperativamente: - Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura (Mc 16.15). E para este combate nos disponibiliza armas poderosas para destruição de fortalezas e ainda coopera conosco na trajetória.


Muitos estão tão secularizados que já não creem mais nisso. Outros abandonam o posto sem nem mesmo avisar. Mas ELE continua capacitando trabalhadores de todas as nações, povos,  tribos e línguas para uma grande obra que nunca parou.


 Se hoje  és um desertor cujas armas estão empoeiradas, volte urgente para seu posto.  Se ainda não és soldados te aliste já. Pois em muito breve ELE virá e pedirá contas daquilo que  um dia nos deu de graça.


Porém se assim não o fizer, tenha certeza ELE tem os seus Davizinhos ainda que com ...12,13,14, 50, 80... anos, sei lá, para desafiar, combater  e vencer os gigantes.  Pois a obra de Deus não pode parar.


Nos últimos dias tenho contemplado crianças sendo batizadas com o Espírito Santo e ganhando almas para Jesus. Inclusive ganhando até seus próprios pais para Cristo. Enquanto nós muitas vezes com nossos discursos estéreis e com  testemunho cristão as vezes dúbio passam-se anos e anos não conseguimos trazer ninguém para conhecer a Cristo e as vezes perdemos os nossos para o mundo, isso quando nós mesmos não saímos da presença de Deus culpando alguém pelo nosso fracasso.


É Tempo de se converter de verdade e buscar a Deus; é tempo de tirar a cinza e acender novamente o altar da adoração; é tempo de deixar a retórica e viver um Cristianismo real; é tempo de abandonar as picuinhas, deixar  de apontar os erros alheios, fazer uma introspecção (1 Co. 11.28) e entender que todos somos imperfeitos e igualmente dependemos da graça de Deus.


Porém não esqueçamos que como IGREJA devemos estar aptos a ser aperfeiçoados cada dia (EF 4.11-16) até a volta do nosso Senhor.


Graça e Paz.


"Jesus ainda batiza com Espírito Santo e com fogo..."


Pr. José Gildásio Pereira

Inverno de 2011

sábado, 2 de novembro de 2013

Os benefícios da cruz de Cristo

E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.
Efésios 2.16

Prezados amigos, devido à queda de Adão no Éden, o homem perdeu a comunhão com Deus, se fez escravo do pecado e entregou-se a condenação que era apenas de satanás. Este homem que agora está vendido ao mal, atravessa um longo hiato temporal nas trevas e sem direção.
                Sem uma referência, entregue as suas próprias paixões, amantes de si mesmo, acatando todas as inversões éticas e morais impostas pelo príncipe das trevas, este homem desfruta de uma vida dissoluta.
Mas Deus que é riquíssimo em misericórdia, amou o mundo de tal maneira que Deus seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Com este ato sem igual de Deus por amor a sua criação, Deus alcança, socorre e salva a humanidade novamente.
Pelo ato vicário de Jesus Cristo na cruz, hoje você e eu temos a oportunidade de libertação, comunhão e salvação.
A cruz nos libertou do julgo do pecado, nos libertou das amarras de satanás, proporcionando a nós liberdade para vivermos uma vida sadia diante de um contexto social deturpado de valores.
A cruz uniu-nos a Deus novamente, visto que estávamos separados pelo pecado, a Cruz de Cristo trouxe comunhão entre o Deus e o homem, tornando acessível o Criador a sua criatura.
A cruz garantiu a nós o maior dos benefícios que o homem pode receber nesta vida, a salvação eterna, e o melhor de tudo isso é que não temos por mérito próprio, mas sim pela graça dele para conosco, para que ninguém se orgulhe achando que foi por mérito próprio.
Hoje Deus tem três presentes para você, liberdade, comunhão e salvação, basta aceita-lo como seu único e suficiente salvador.

Pr. Weslley José
Assembleia de Deus
M. Belém

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Em que fase você está?

Cantares de Salomão, Capítulo 6 e Versículo 10.
"Quem é esta que aparece como a alva do dia, formosa como a lua, brilhante como o sol, formidável como um exército com bandeiras?"

Prezados amigos, existe aqui uma analogia da esposa, com a lua e é sobre a lua que vamos refletir hoje.

Lua possui quatro fases, na verdade oito, mas vamos falar das quatro fases conhecidas, e estas fases só ocorrem porque ela não tem luz própria, dai a importância da luz do Sol refletindo na lua, para que ela seja vista.
Lua nova – quando sua face visível não recebe luz do sol, ou seja, a lua encontra-se entre o sol e a terra, portanto, como sua face visível está voltada para nós e de costa para o sol, não podemos vê-la.
Lua crescente – quando a parte visível da lua começa receber a luz do sol e, para nós, ela fica com a forma de semicírculo apontado para o leste. Esta fase culmina com apenas metade da parte visível da lua recebendo luz do sol.
Lua cheia – quando seu lado visível encontra-se totalmente iluminado pelo sol (a terra está entre o sol e a lua, porém não confunda com a ocorrência de um eclipse lunar. Neste caso a órbita da lua está com certa inclinação que permita que ela receba a luz do sol).
Lua minguante – nesta fase, a parte iluminada da face visível da lua vai diminuindo. Durante este período ela assume novamente o aspecto de um semicírculo até culminar com apenas ¼ da lua iluminada, mas desta vez para o oeste.

Crente e suas fases: assim como a lua possui fases e depende do sol para brilhar, assim é o crente que atravessa momentos em sua caminhada e precisará da luz de Deus, exatamente porque o crente não tem luz própria, visto que somente Cristo é fonte de luz do mundo. “Eu sou a luza do mundo; quem me segue não andarás em trevas, mas terás a luz da vida.” Jo. 8. 12.
Crente novo – posso dividir em dois grupos:
Primeiro, daqueles que deixaram tudo para traz e deixou que o Espírito Santo de Deus o transformasse de imediato. Ex.: apostolo Paulo – At. 9. 3-9.
Segundo, daquele que aceita a Jesus, mas precisa ser carregado no colo e o E.S. é especialista em transformar e vai modelando a vida deste aos poucos.
Este segundo, ainda está entre o mundo e Deus, mas já permite que uma fresta da luz de Deus seja vista através da vida dele, mesmo pequena, mas já está no processo de santificação.
Crente crescente – este crente precisa tomar cuidado porque a luz de Deus só brilha em metade da vida dele, hora a luz brilha hora as trevas sobressaem. Ex.: igreja de Laudicéia – Ap. 3. 15-16.
Crente cheio – este crente é consciente, mesmo estando no mundo ele sabe que foi chamado para refletir a luz de Cristo. Ex.: Mt. 5.14
Crente minguante – este crente está a quinhentos anos na igreja, mas ainda assim permitiu-se ficar de costa para Deus, e quando o crente fica de costa apara Deus a luz começa a perder seu vigor, ao ponto este ficar um tris de se apagar. Ex. Asafe – Sl. 73

Mas o importante é o Criador, nosso Deus e Pai, conhece nossa estrutura e se lembra que somos pó, Sl. 103. 14.
Não importa a fase que você esteja em sua vida, você continua sendo lua e continua sendo igreja amada é neste momento que o Sol da Justiça brilha ainda mais forte para nos fortalecer e trazer a salvação, Ml. 4. 2.
Ex.: igreja de Filadéfia, tendo pouca força permaneceu crente, lua, igreja, Ap. 9. 8.
Deixe a luz dEle brilhar em ti e você experimentará o melhor para sua vida.


Pr. Weslley José
Assembleia de Deus
M. Belém

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Alegres ou enfadados?

Prezados amigos, pela misericórdia de Deus estou pastor de igrejas à três anos e meio servindo a Deus na segunda congregação e tenho visto a presença de Deus operar no meio da igreja e na vida dos congregados de forma especial.

Eu fico muito triste quando me deparo com situações em que alguns irmãos que afirmam ir morar no céu com Cristo Jesus, mas só aparecem na igreja aos domingos, ou questionam que na igreja tem muitas atividades.
Reflita comigo: Se este alguém esta questionando o fado de ter muitas atividades terça-feira, quinta-feira, sábado e domingo. Como será quando este alguém chegar ao céu e passar a eternidade com Cristo Jesus? Ele vai pedir para voltar porque enjoou da presença de Deus? Será que estará enfadado de tantas atividades?

Salmos 122.1
Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor!

Pr. Weslley José

sábado, 20 de abril de 2013

Adoração

Prezados amigos reflitam comigo...

A verdadeira adoração não está relacionada à altura da sua voz ou nos movimentos de seu corpo, mas sim ao grito de sua alma que só o Espirito Santo de Deus pode escutar e receber, se este grito extrapolar em suas emoções então será sincero.

Não seja induzido por outrem, mas tenha por convicção, Jesus Cristo o nosso redentor como a sua maior motivação para adorar a Deus.

Lembre-se:

Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
João 4:24

Pr. Weslley José

segunda-feira, 1 de abril de 2013

A Ira de Deus contra a Humanidade

Romanos Cap 1 Ver 18 - 32
18Portanto, a ira de Deus é revelada dos céus contra toda impiedade e injustiça dos homens que suprimem a verdade pela injustiça, 19pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. 20Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; 21porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e o coração insensato deles obscureceu-se. 22Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos 23e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis.
24Por isso Deus os entregou à impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos do seu coração, para a degradação do seu corpo entre si. 25Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém.
26Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza. 27Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão.
28Além do mais, visto que desprezaram o conhecimento de Deus, ele os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem o que não deviam. 29Tornaram-se cheios de toda sorte de injustiça, maldade, ganância e depravação. Estão cheios de inveja, homicídio, rivalidades, engano e malícia. São bisbilhoteiros, 30caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, arrogantes e presunçosos; inventam maneiras de praticar o mal; desobedecem a seus pais; 31são insensatos, desleais, sem amor pela família, implacáveis. 32Embora conheçam o justo decreto de Deus, de que as pessoas que praticam tais coisas merecem a morte, não somente continuam a praticá-las, mas também aprovam aqueles que as praticam.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Perdoados

Prezados amigos, Jesus Cristo morreu na cruz para que eu e você fossemos perdoados, a bíblia declara que Deus amou o mundo de tal maneira que entregou seu filho unigênito para morrer pelo pecado de todos, e todos os que nEle cressem não pereceriam, porque a morte de Cristo nos garantiu a salvação.
Hoje você pode alegrar-se porque o sacrifício de Jesus te alcançou e garantiu esta graça, de ser perdoado e não mais viver sob o domínio do pecado.
Somos agraciados através do perdão de Cristo Jesus, agora cabe a nós chegarmos a Ele e confessarmos que Ele é nosso salvador.

Pr. Weslley José

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Atitude

Marcos 7.24-30

Prezados amigos, em momentos negativos da vida é natural no Homem, menear a cabeça em demonstração de desanimo, se sentir desprezado e até mesmo achar que Deus não está olhando para ele. 
A bíblia narra a história de uma mulher que enfrentava uma situação muito desesperadora e como agravante na situação ela escutava do próprio Cristo, aquele que teria as respostas e soluções para seus problemas, palavras duras e negativas. Mas esta mulher compreendia que o caminho do sucesso começa no primeiro degrau da escada, então ela se humilhou aos pés de Jesus até que obteve o milagre. 1 Pedro 5.6 Humilhai-vos pois, debaixo da potente mão de Deus, para que, a seu tempo, vos exalte.

"Humildade não é ter a cabeça baixa, mas sim atitude para reconhecer seu estado e confiança para tomar atitude diante das negativas da vida".


Pr. Weslley Jóse
Assembléia de Deus, Belém